Bar Saci contrata urgente! e outras boas

O projeto Bar Saci tem um novo trabalhador, o Alê Campos, que além de trabalhar muito, escreve bem à beça. Ele preparou dois textos quentes e a equipe decidiu postá-los aqui, pois valem muito à pena. Um vai em texto corrido e o outro está lá no blog dele: paladar de palavra.

Boas leituras!

Bar Saci contrata urgente!

Desde março de 2010 existe a Casa do Saci. Um espaço que busca aproximar novas formas de construção econômica com as muitas experiências da loucura. Por um lado pensar a aplicação dos princípios da economia solidária e geração de renda. Por outro, debater uma mudança da cultura manicomial, hospitalocentrica e segregadora por uma antimanicomial e a favor da diferença. A Casa reúne nesse momento três projetos: o café e Bar Saci, a livraria Louca Sabedoria, e uma lojinha de produtos artesanais. O espaço é autogestionário e os grupos possuem autonomia para organizar e propor atividades. Somos trabalhadores do Bar Saci, e nesse caso significa, pau para toda obra! Somos todos usuários dos diferentes serviços de saúde mental propostos na Reforma Psiquiátrica brasileira. Um bar feito por e para loucos.  Mas não nos interessam apenas os comes e bebes, as horas trabalhadas, a música executada, a ritalina na caixa dágua, a conta paga e a cerveja gelada. Estamos tentando construir um lugar de convergência e convivência. Um espaço onde as pessoas possam estar para compartilhar idéias e modos de ver o mundo com maior espontaneidade e satisfação. Um encontro que não se dê pela lógica do consumismo e dos legalismos vigentes dos dias atuais. Ficamos felizes com as possibilidades disso se concretizando e muitas pessoas vem chegando e colaborando com esse movimento. Estamos tentando, mas pena que não é todo mundo que sabe disso. Recentemente aumentaram os problemas, afinal é uma casa de porta aberta e entram todas as pessoas com suas habituais formas de se relacionar, inclusive os delatores, os puxa-sacos, os canalhas e os sacanas. A casa tem um funcionamento simples: a porta esta sempre aberta e ao entrarem as pessoas recebem uma comanda para controle do bar e de seus pedidos. Quando ela decide ir embora basta pagar no caixa e seguir seu caminho. Acontece que não fazemos nenhum controle na porta, as pessoas precisam também fumar e nesse momento não tem sido raro os sujeitos que dizem ir “fumar um fininho do capeta” e já voltarem. E aí nos damos conta que não voltam! Bom, não somos vigilantes e não queremos nesse espaço dispositivos de controle do comportamento alheio. Mas como lidar com pessoas pouco habituadas a convivência em espaços que apostam no bom-senso? Como pensar uma relação em que um de seus componentes quer tirar proveito da abertura oferecida? O que fazer com o sacana que pensa que malandragem é prejudicar o trabalho coletivo? Na Casa do Saci e em seu bar não tem patrão, não tem subalterno, não tem polícia. Na Casa do Saci tem iniciativa, confiança e loucos. A gente aposta nisso e não pretendemos mudar. Porém como aqui ninguém é inocente e trouxa, e malandro é malandro, mané é mané, lá estamos tentando remediar a situação e contornar o problema. Já conseguimos alguns cartazes animados que estão espalhados pela casa buscando sensibilizar alguns e dizendo sugestivamente que paguem antes de sair, caso contrário o Saci ficará sem sua única perna! Tem também em momentos específicos o Sr. Michael Jackson baixando no terreiro do ‘menino traquina’ para dar uma força nas comandas. Porém estamos buscando a melhor sugestão feita até esse momento, realizada exatamente pelo médium do distinto Michael. E é aí que todos entram novamente. Em reunião da equipe de trabalhadores do bar foi feita a seguinte sugestão: porque não colocamos um cachorro na porta? Sim, um cão! Além dele não nos dar problemas desfalcando a equipe de trabalho no momento de funcionamento do bar, ele come pouco e intimidaria os mais espertalhões. A equipe se entreolhou apreensiva e não entendeu bem a proposta, até o momento em que o caro trabalhador explicou a limitação da sugestão. Acontece que o cachorro não sabe ler. Pelo menos ele não conhece nenhum! Afinal como o cãozinho poderia saber qual comanda esta paga e qual não? Assim, nós do Saci viemos encarecidamente a público buscar solução para nosso problema enquanto uma pequenina parte dos frequentadores ainda se educa para não nos sacanear. Caso alguém conheça um cão que saiba ler  e escrever entre em contato com a equipe do Bar Saci pelo site https://barsaci.wordpress.com/. Pode ser uma cadela também. Estamos muito interessados na contratação desse fundamental membro.  Remuneração compatível com a do mercado ou um pouco menos.
Atenciosamente,
Equipe Bar Saci

Anúncios

Sobre barsaci

Empreendimento Econômico Solidário localizado R. Vanderlei, 720 - Perdizes/SP. Café Bar Loja Organização de Festas, Eventos, Coffe-Break e Coquetéis
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Bar Saci contrata urgente! e outras boas

  1. Um amigo me indicou a casa e o site, com certeza vou ter que ir até aí conhecer. Loucos? Vou me sentir em casa.
    Sobre textos e sacis, gostaria que alguém sapeasse esse texto meu: http://ooficiodoocio.blogspot.com/2010/11/de-lobisomens-e-sacis.html
    Vocês conhecem o artista Thiago Vaz, o Saci Urbano? Tem tudo a ver com a casa.
    Agora sobre o cão… andei tentando alfabetizar o meu, mas tenho a impressão que esses bichos só se dão bem com o Alemão… mas vou tentando.
    Boa sorte com o projeto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s